HomepoliticaCONACS debate a derrubada dos vetos e participa da discussão sobre Saúde...

CONACS debate a derrubada dos vetos e participa da discussão sobre Saúde pública na Câmara

CONACS debate a derrubada dos vetos e participa da discussão sobre Saúde pública na Câmara

Deputados da Comissão de Seguridade Social e Família debateram na manhã de hoje (21/03), a realidade da saúde pública no Brasil, a crise dos imigrantes venezuelanos em Roraima e as perspectivas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para 2018.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, e o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, estiveram presentes no encontro que também contou com a participação da presidente da CONACS, Ilda Angélica. Por ocasião da discussão sobre a derrubada dos vetos da Lei Ruth Brilhante, à convite do ministro da saúde, Ilda Angélica sentou à mesa de debate e teve a honra de entregar uma comenda ao diretor-geral da OMS.

Ainda nessa quarta-feira (21/03), o diretor-geral da OMS se reunirá com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e com o presidente Michel Temer, além de visitar um centro de saúde do Distrito Federal. Em audiência no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer concederá a “Medalha de Mérito Oswaldo Cruz” ao Dr. Tedros Adhanom, à OMS e à diretora-geral adjunta da OMS para Acesso a Medicamentos, Vacinas e Produtos Farmacêuticos, a brasileira Mariângela Batista Galvão Simão. A condecoração agracia pessoas e entidades que se destacam em atividades que trazem resultados benéficos à saúde individual e coletiva dos cidadãos brasileiros.

Eleito para a Direção-Geral da OMS em 2017, com apoio oficial do governo brasileiro, Tedros Adhanom tem atuado para a racionalização de processos decisórios na Organização, a promoção da representação regional e da igualdade de gênero e a atenção às necessidades dos países em desenvolvimento em matéria de saúde.

Fonte: Câmara dos Deputados / Portal da Saúde / CONACS IMPRENSA

RELATED ARTICLES

Most Popular

Recent Comments

ENQUETE

NA SUA OPINIÃO, QUAIS PAUTAS DEVERÃO SER PRIORIDADE NO ANO DE 2024?